Carregando...

O GOVERNO ROUBA SEU DINHEIRO E DÁ RISADA DA SUA CARA


Não existe dinheiro do governo, apenas dinheiro das famílias.” - Margaret Thatcher


O que mais me dói vendo o debate político é quando alguém me chama de “contribuinte”. Não, eu não sou um contribuinte. Eu não contribuo para o Estado. Meu dinheiro não é entregue de forma voluntária, é tomado à força.


Eu, você, e qualquer outro, somos pagadores de impostos. Cada centavo gasto pelo Estado é um centavo que deixamos de gastar com nossos filhos, famílias, assistindo um bom filme ou comprando um livro. Como dizia o poeta, não podemos ter uma torta e comê-la ao mesmo tempo. Quando o governo cresce, a sociedade diminui.


Nos últimos anos, partidos que amam um Estado grande passaram a fazer um trabalho de desinformação. Agora, alegam que pagamos poucos impostos e eles não são um problema no Brasil. Isso é verdade? Eu separei três fatos que mostram o contrário.


1. Sim, nós pagamos muitos impostos


O comediante de esquerda Gregório Duvivier já disse em seu programa no HBO que, no final, nem pagamos tantos impostos assim. É algo que eu torço todo dia para ser verdade, mas infelizmente não é.


Nós temos uma carga tributária próxima à média dos países da OCDE. Eles pagam, em média,  35% da sua renda em impostos. Nós vemos 33% da nossa renda ser levada à força. A diferença básica é que os países da OCDE já são ricos, e o Brasil não.


Pense assim: se você tem apenas R$ 100, ter que pagar trinta e três reais fará uma falta muito maior do que pegar R$ 33.000,00 de quem tem R$ 100 mil. É por isso que os outros países da América Latina e do Caribe tributam bem menos que a gente. Apenas 22%.


O pior de tudo? Os países com impostos equivalentes ao nosso têm serviços públicos melhores que a média. O Brasil, por outro lado, está há seis anos seguidos liderando o ranking de pior retorno dos impostos pagos.


2. Eles são muito burocráticos. Nem o governo sabe o que temos de pagar exatamente.


Além de caros, os nossos impostos são complexos e burocráticos. É comum que empresas contratem outras apenas para descobrirem quanto têm que pagar de impostos. Grandes empresas têm departamentos inteiros apenas para isso.


Em média, o empreendedor brasileiro gasta 1.958 horas por ano DESCOBRINDO quais impostos ele tem que pagar. Sim, não é o tempo gasto trabalhando para pagar impostos, mas 81 dias (quase três meses) apenas para saber quanto e o que devemos pagar à Receita Federal.


O Brasil é o campeão mundial nesse quesito. Ninguém bate a gente! Nossos vizinhos da América Latina conseguem gastar seis vezes menos tempo (322h) para fazer a mesma coisa. No Chile, 291h. Nos países de alta renda integrantes da OCDE, a média é de 160 horas.


3. E estão impedindo nosso crescimento


Altos impostos aliados a impostos complexos e burocráticos são uma ótima forma de impedir um país de crescer. Ao mesmo tempo, a estrutura tributária ataca dois motores do crescimento.


Primeiro, ao cobrar impostos demais. Com menos dinheiro para investir, empreendedores não conseguem abrir novos negócios, aumentar a concorrência e realizar compras de insumos que farão nossa produtividade crescer. Mais do que isso, com muitos impostos, os preços dos produtos sobem e o seu poder de compra é diminuído.


Segundo, ao dificultar seu pagamento. Por mais incrível que isso possa parecer, o Estado não facilita a nossa vida na hora de pagar impostos. É como se ele simplesmente não quisesse receber. Isso faz com que empreendedores gastem milhares de horas não melhorando a vida dos seus clientes, mas apenas lidando com papel. Há pessoas que sugerem a criação de um imposto único, como existe em alguns países desenvolvidos, mas o Brasil gosta de ser complexo.


Dessa forma, o Estado vive de sugar o dinheiro do povo, desviar grande parte dele, beneficiar políticos e, com o que sobra, custear serviços públicos ruins. Depois, ouvimos dizer que temos de ser gratos a ele pela sua bondade. Tenha paciência.

99 visualizações

Deputado Estadual pelo Partido NOVO Giuseppe Riesgo

Todos os direitos reservados

(055)-99154-4718