O setor de saneamento tem se apresentado como um gargalo histórico no Brasil. Enquanto a maior parte dos países resolveu o problema do saneamento no século passado, as crianças brasileiras continuam sendo expostas a todos os problemas decorrentes do esgoto que escorre na rua até hoje, em pleno século XXI.
Apesar de ser um setor complexo e com particularidades desafiadoras, a regulação e a modelagem econômica são fundamentais para que a cobertura e o serviço aumentem e melhorem.
É nesse contexto que surge o novo marco legal do saneamento, aprovado recentemente pelo Congresso Nacional. A disposição do atual marco setorial prevê metas ousadas e que desafiam a atual estrutura da principal empresa de setor aqui no Rio Grande do Sul: a Corsan.
No material elaborado pela equipe do Gabinete 806, apresentamos um estudo sobre a capacidade operacional e financeira da estatal, seu modelo de gestão e seus incentivos à luz do novo marco e dos desafios futuros na regulação do setor.
O Brasil e o RS precisam enfrentar o tema focados nos resultados e no melhor modelo de gestão possível para o setor. Qualquer análise distinta disso, serve apenas àqueles que preferem ignorar a população em prol de ideologias atrasadas.

Quer saber mais sobre a Corsan e sobre por que devemos privatizá-la?
Faça o download do estudo!

Dúvidas? Entre em contato pelo
Whatsapp ou Telegram!